Quanto tempo de preparo é preciso para passar em concurso jurídico?
Motivação

Quanto tempo de preparo é preciso para passar em concurso jurídico?

Quanto tempo de preparo é preciso para passar em concurso jurídico?
Escrito por G7 Jurídico

Concurso público pode significar estabilidade financeira, e quem não a quer hoje em dia? Prestar um concurso jurídico, por exemplo, pode ajudar a garantir uma vida confortável, mas é necessário ter dedicação e estudar para conseguir ingressar na tão sonhada vaga de servidor público. 

Como só se obtém a vaga através de provas, a ansiedade com os estudos acaba tomando conta das pessoas, deixando-as cheias de dúvidas. E o tempo de preparo para passar em concurso público torna-se uma dessas incertezas.

Sendo assim, continue a leitura e veja as dicas que temos para ajudar você a ficar mais calmo e seguro ao estudar.

Conheça o seu processo de aprendizagem

Respondendo à pergunta que o título propõe, não existe um tempo exato para passar em concurso público. Não é como uma receita de bolo: “Estude 2 horas por dia durante 8 meses e passará no concurso”. O tempo necessário para atingir esse objetivo depende do perfil de cada um.

Porém, o mais importante é a qualidade dos seus estudos e a quantidade de horas que você possui para se dedicar a eles. Verifique quanto tempo você terá disponível e descubra o melhor momento para estudar, priorizando a qualidade da sua aprendizagem.

Não utilize outras pessoas como base. Afinal, cada indivíduo tem seu próprio tempo para passar em um concurso público. Alguns demoram mais do que outros e muita coisa influi nisso: tempo de dedicação diária, qualidade dos estudos, facilidades e dificuldades com as matérias, entre outros fatores que devem ser levados em conta.

Dessa forma, compare-se apenas consigo mesmo. Estudar para concurso requer dedicação e alguns sacrifícios, mas pensar na recompensa de um emprego estável com um bom salário é algo bastante motivador. Nunca se esqueça de onde quer chegar e qual caminho é necessário percorrer para alcançar sua meta.

 

Faça um cronograma voltado para o concurso

Montar um cronograma é importante nesse momento, pois possibilita que você mantenha um ritmo de estudos, o que é fundamental para passar em concurso público. Os editais costumam publicar as matérias que serão cobradas nas provas de uma maneira bem específica, o que facilita na hora de montar seu plano de estudos.

Sabendo as matérias que você precisará estudar e o prazo que terá para isso, monte o seu cronograma com o tempo de dedicação necessário para cada matéria, dando prioridade àquelas nas quais você tem mais dificuldade.

Encontre um curso de qualidade, online ou presencial, para lhe auxiliar nesse momento. Assim, você terá certeza de que as fontes dos seus estudos são confiáveis, além de contar com professores para tirar quaisquer dúvidas que surgirem.

Importante: insira intervalos com atividades que lhe dão prazer no seu cronograma, pois espairecer um pouco é necessário para obter um bom rendimento. Isso afetará a qualidade dos seus estudos.

Avalie a qualidade e o rendimento dos seus estudos

Não basta só estudar muito e não saber como está seu progresso, se está mesmo aprendendo ou só perdendo tempo. É importante avaliar periodicamente o seu conhecimento. Estudar pelas provas anteriores dos concursos e cronometrar seu prazo para completá-las é uma ótima forma de medir seu avanço. 

Além disso, você estará se familiarizando com a metodologia da prova em questão, o que também lhe ajuda a saber como trabalha a banca organizadora. As bancas costumam seguir uma linha de raciocínio na aplicação das provas, e usando essa tática você sairá na frente de muitos candidatos. 

Como já dito, cada um tem o seu tempo para passar em concurso público, e é você quem definirá o seu. Afinal, mesmo correndo a gente dá um passo de cada vez. O importante é ter determinação, dedicação e foco para alcançar as nossas metas. 

Quer saber mais dicas sobre passar em concurso público jurídico? Acompanhe nossas redes sociais e fique por dentro das novidades. Estamos no Facebook, no Instagram e no Twitter!

Sobre o Autor

G7 Jurídico

Comentar

Share This