Como manter a motivação para estudar para concurso? 7 dicas essenciais
Concursos Dicas de Estudo Motivação

Como manter a motivação para estudar para concurso? 7 dicas essenciais

caderno motivação para estudar para concurso
Escrito por G7 Jurídico

A motivação é um dos fatores responsáveis por iniciar, direcionar e manter hábitos que levam ao cumprimento de objetivos

Se você está sem motivação para estudar para concurso, fique calmo e saiba que isso é mais comum do que pensa, especialmente quando o objetivo está distante.

Infelizmente algumas pessoas se iludem com a empolgação inicial e abandonam seus projetos na metade do caminho. Comprar os melhores materiais e se matricular em um curso renomado é apenas o primeiro passo de uma longa jornada.

Situações de desânimo podem chegar em diferentes momentos. Às vezes acontece porque o conteúdo visto é muito complexo e parece impossível de ser aprendido. 

Também pode ser difícil manter a motivação para estudar para concurso quando a data está longe ou foi prorrogada. E, ainda, tem aqueles dias que, aparentemente, todo mundo conquistou a tão sonhada vaga, menos você.

Hoje traremos algumas dicas que com certeza te ajudarão a manter o foco e se sentir motivado para continuar estudando. Lembre-se de que não existe fórmula mágica e manter-se firme em seu propósito dependerá das escolhas que você fizer a partir de agora. 

Quer aprender a criar um cronograma de estudos eficiente e organizado? Clique no botão abaixo e confira!

APRENDA A CRIAR UM CRONOGRAMA DE ESTUDOS

O que é motivação

Segundo a psicologia e outras ciências humanas, a motivação é uma condição do organismo que influencia a direção de um comportamento. Trata-se de uma força ou impulso que leva à ação, visando a atingir um objetivo.

A motivação é um dos fatores responsáveis por iniciar, direcionar e manter hábitos que levam ao cumprimento de objetivos, metas e tarefas, sendo essencial para o desenvolvimento humano. Além disso, sua manutenção depende de fenômenos biológicos, emocionais e sociais.

É por isso que quando não nos sentimos motivados, cumprir certas atividades que são necessárias, como estudar, por exemplo, se torna penoso, especialmente quando nos deparamos com obstáculos e dificuldades.

Compreender a origem do que te mantém motivado pode ser o divisor de águas na hora de se dedicar 100% aos estudos. Por isso é importante saber que existem dois tipos de motivação: a intrínseca e a extrínseca.

Motivação Intrínseca

Também conhecida como auto motivação, é um processo interno e pessoal. Nasce sem a influência de fatores externos e está totalmente ligada à nossa satisfação pessoal e profissional.

Motivação Extrínseca

É gerada pela interferência do ambiente, pessoas ou acontecimentos. Sendo assim, é algo que está totalmente ligado a situações exteriores.

Resumindo: enquanto a motivação extrínseca depende dos outros, a intrínseca depende apenas de você. Ou seja, esse elemento está sob seu controle e você é capaz de adquirir esse tipo de motivação de maneira independente. Sendo assim, é extremamente importante ter consciência dos motivos que o impulsionam a estudar e buscar atingir seus objetivos.

Como manter a motivação para estudar para concurso

As dicas a seguir mostrarão como pequenas atitudes cotidianas podem gerar grandes impactos no seu resultado final e te ajudarão a manter a motivação para estudar para concurso!

elementos motivação para estudar para concurso

1) Determine seu objetivo e deixe-o sempre à vista

No famoso livro “Alice no país das maravilhas” aprendemos que, quando não sabemos para onde vamos, qualquer caminho serve. Isso mostra que, antes de iniciarmos qualquer caminhada, precisamos ter em mente um destino específico.

E na hora de estudar não é diferente. A priori, por que você deseja prestar um concurso público? É um sonho de infância? Existe alguém que você admira e que te inspirou a seguir os passos na carreira jurídica? Almeja reconhecimento profissional, social ou salários maiores? Deseja mudar de cidade? Veja que por trás da ação (passar em um concurso público), sempre existe um motivo que será o seu combustível daqui para frente.

Após identificar o objetivo real, escreva-o num papel e deixe-o sempre à vista. Em vários momentos do seu dia, principalmente quando estiver cansado ou pensando em desistir, leia o que escreveu e lembre-se do que está atrelado a todo o seu esforço. 

Isso servirá como uma dose extra de inspiração e te ajudará na hora de cumprir suas tarefas e metas ainda manterá em alta a sua  motivação para estudar para concurso.

2) Faça uma projeção do seu futuro

Imagine que você conseguiu a aprovação que desejava. Como será a sua vida a partir de agora? O que você está fazendo? Onde está morando? Quanto está recebendo? Está se sentindo feliz e orgulhoso por ver que todo esforço valeu a pena?

Correr atrás do seu objetivo – e conquistá-lo – trará inúmeras transformações em sua vida. Por isso, tente projetar seu futuro e comece a viver desde já o momento pelo qual você espera. Nosso cérebro precisa de estímulos positivos para se manter disposto e animado. Pensar em situações futuras, que trarão prazer e alegria, te ajudará a sair da zona de conforto para dedicar-se agora ao que precisa ser feito.

3) Estabeleça metas intermediárias e monitore seus avanços

Passar no concurso público é um objetivo de longo prazo. Embora não seja impossível adquirir essa conquista, muitas vezes é algo que demora a chegar. Por isso, temos a tendência de achar que não estamos melhorando e que permanecemos no mesmo lugar.

Para não gerar esse tipo de sentimento frustrante, estabeleça metas intermediárias e realistas que comprovem seu processo evolutivo e sirva como “fases” até atingir o alvo principal. Elas podem ser diárias, semanais, mensais ou trimestrais.

Por exemplo: ler todos os dias um nº específico de páginas do seu livro de estudos atual; fazer uma lista de exercícios diariamente e acertar 90% das questões; comprometer-se a estudar metade de todo o conteúdo nos próximos três meses; estar entre os 300 melhores candidatos, mesmo que isso não garanta a sua vaga de imediato; estabelecer uma pontuação mínima na segunda fase etc. 

Cada meta atingida servirá como um termômetro para avaliar o seu desempenho, além de, obviamente, trazer momentos de satisfação e orgulho para si mesmo!

4) Trabalhe com a auto recompensa e tenha momentos de lazer

Este ponto está diretamente relacionado à dica anterior. Sempre que atingir uma meta intermediária, se dê uma recompensa e se orgulhe por ela. Muitas pessoas perdem a vontade de estudar porque são muito duras consigo mesmas e não desfrutam das pequenas conquistas adquiridas durante o processo. 

As recompensas podem variar de acordo com o esforço aplicado e a importância do que foi concluído. Seguiu o cronograma de estudos semanal sem furo? Aproveite o domingo para descansar ou faça um passeio com a família. Passou na primeira fase do concurso? Programe uma viagem de fim de semana com os amigos ou compre algo especial. Lembre-se de que a ideia é marcar positivamente a etapa vencida e te fazer entender que suas ações estão gerando progresso.

Como já foi dito anteriormente, o cérebro precisa de estímulos positivos! Por isso, se auto recompensar pela vitória contribui (e muito) para permanecer motivado na hora de estudar. Mas não sabote a técnica! Só receba o “prêmio” quando realmente concluir o que propôs a si mesmo.

 

5) Desenvolva um interesse real pelo assunto estudado

Outro elemento motivacional muito eficaz é desenvolver um verdadeiro interesse pelo conteúdo visto. Afinal, não há nada mais entediante do que estudar algo que não gostamos. Adquirir esse tipo de conhecimento não serve apenas para passar em uma prova e com certeza agregará em sua carreira profissional e pessoal.

Tudo o que você aprende sobre Língua Portuguesa, Lógica, Direito e qualquer outra disciplina prevista no edital do seu concurso público pode ser útil em outros momentos da sua vida! Estude com essa perspectiva!

Por isso, invista seu tempo lendo livros, revistas ou artigos sobre esses assuntos, converse com outras pessoas que também estão estudando a respeito, assista a vídeos de especialistas etc. Desperte sua curiosidade sobre o tema e seus momentos de estudo serão mais prazerosos e menos cansativos.

Leia mais: Disciplinas jurídicas mais cobradas em concursos públicos

6) Conheça “cases” de sucesso, mas não se compare com ninguém

Procure conhecer pessoas que passaram pelo mesmo processo que o seu e obtiveram êxito. Além de servirem como exemplo, elas podem mostrar o “caminho das pedras” e ajudar de alguma forma, seja dando algum tipo de conselho ou se tornando uma inspiração.

Ao conhecer a trajetória de sucesso que trilharam, você perceberá que, assim como elas conseguiram, você também é capaz de se manter firme em seu propósito. É claro que cada pessoa tem a sua história e você não deve se comparar aos outros, mas se espelhar em casos vitoriosos podem aumentar sua motivação para estudar para concurso.

7) Fique longe de pessoas negativas

Da mesma forma que pessoas inspiradoras podem fazer uma diferença positiva em seus resultados, saiba que também é fundamental afastar-se de quem está cheio de cargas negativas e não acrescenta nada de bom.

Talvez você conheça um amigo ou parente que vai lhe dizer como é difícil (ou até impossível) conseguir aprovação no concurso que você deseja. Gente assim costuma ser acomodada e vive na zona de conforto e, mesmo sem querer, pode acabar te desestimulando.

Se achar válido, repense sobre esse tipo de relação e, caso seja necessário, corte o vínculo ou se afaste delas por um tempo. Na hora de se manter motivado para estudar, tenha por perto quem te ajude e incentive seus projetos.

Conclusão e dica extra

Estudar é algo que exige paciência e superação de limites. Não se iluda achando que todos os dias será fácil ou que estará sempre motivado. Para alcançar resultados extraordinários é preciso praticar esforços na mesma medida. É como disse Thomas Edison: “O sucesso é constituído por 10% de inspiração e 90% de transpiração”.

Tenha paciência, disciplina e resista aos momentos difíceis. Então, quando o desânimo e cansaço começarem a chegar, lembre-se de tudo o que você já fez para chegar onde está!

#dicaextra

Você não é um super-herói e nem precisa fingir ser um. Quando julgar necessário, peça ajuda e/ou feedback para alguém de sua confiança. Compartilhe suas dores, suas angústias, seus medos, suas dificuldades e etc. Assim, você poderá ouvir uma opinião alheia, reconhecer seus acertos e possíveis erros e manter em alta a motivação para estudar para concurso

Gostou dessas dicas? Deixe sua opinião ou sua dúvida nos comentários! 

Leia mais: Maneiras alternativas de estudar para concurso: escolha a sua!

Sobre o Autor

G7 Jurídico

Comentar

Share This