Será que grupos de estudo realmente funcionam?
Concursos Dicas de Estudo Motivação

Será que grupos de estudo realmente funcionam?

grupos de estudo funcionam
Escrito por G7 Jurídico

Saiba se esse é um bom método para você se preparar para um concurso

No mundo dos concursos, existem muitas pessoas que preferem estudar sozinhas. Ainda, há também aquelas pessoas que adoram montar grupos de estudo para compartilhar conhecimento. Entretanto, os dois métodos apresentam vantagens e desvantagens. Neste texto, focaremos nos prós e contras de apostar em grupos de estudo para se preparar para um concurso. Confira!

Principais vantagens

Os grupos de estudo podem apresentar boas vantagens na hora do aprendizado. Podemos destacar as seguintes:

Motivação: dentro de um grupo, uma pessoa acaba motivando a outra. Além disso, como acabamos tendo o compromisso com outras pessoas, com horário fixo para o estudo, a motivação acaba sendo maior.

Perspectivas diferentes: estar com pessoas com perspectivas diferentes nos faz entender determinado assunto de diversas formas, além de aperfeiçoar o aprendizado, tornando-o mais rico.

Maior interatividade: dentro de um grupo de estudo, é possível tirar as suas dúvidas com outras pessoas, testar os seus conhecimentos e compartilhar ideias. Isso permite que seu conhecimento cresça e que você saiba passá-lo para outras pessoas.

Bom preparo: além de ficar bem preparado para os certames, ao estudar com outras pessoas você começa a respeitar opiniões diferentes das suas. Esse último ponto é fundamental para que você tenha um bom desenvolvimento, contribuindo também para sua atuação no mercado de trabalho.

 


Principais desvantagens

Nem tudo é positivo. Existem sim pontos negativos de apostar em grupos de estudo e apresentaremos eles abaixo:

Improdutividade: de nada adianta montar um grupo de estudo se as pessoas não estão focadas e as horas não são bem aproveitadas para o aprendizado. As distrações e conversas de outros assuntos podem atrapalhar muito esse método.

Pessoas em ritmos diferentes: algumas pessoas podem estar num ritmo de estudo abaixo do seu, o que pode atrapalhar absurdamente o seu andamento. Por isso, é preciso criar um bom ritmo de estudo e ajudar quem estiver com mais dificuldade, desde que isso não signifique em distrações constantes.

Diversas personalidades: participar de um grupo de estudo te deixa em contato com diversas pessoas e personalidades, o que pode aumentar a possibilidade de conflitos na hora de compartilhar conhecimento.

Horários incompatíveis: uma grande dificuldade está em conciliar a agenda de cada um. Encontrar pessoas realmente dispostas a separar algumas horas por semana pode ser uma tarefa difícil.

Contudo, apesar de todos esses pontos, o método de estudo em grupo funciona sim. O ideal, na verdade, é você encontrar a forma que se sente mais confortável para o aprendizado. Se encontrar pessoas realmente interessadas e dispostas a compartilhar conhecimento, que estejam no mesmo ritmo que você, por que não montar um grupo para dividir conhecimento? O importante é que você coloque muita dedicação em tudo o que for fazer.

Teste os seus conhecimentos jurídicos com a Mini Revista – Aprenda jogando com o G7 Jurídico! Cliquei aqui para acessar o material e baixar gratuitamente! 

E você? Já participou de algum grupo de estudo? Conte para nós como foi a sua experiência!

Leia também: Entenda melhor no que consiste o Direito Ambiental

Sobre o Autor

G7 Jurídico

Comentar

Share This