Dicas de Estudo

5 fatores que devem ser avaliados na hora de escolher um curso online

5 fatores que devem ser avaliados na hora de escolher um curso online
Escrito por G7 Jurídico

Conquistar uma vaga em um concurso público é o sonho de uma parcela expressiva da população, que vê, na aprovação, a chance de ter uma estabilidade financeira. Contudo, para ter êxito nessa tarefa, é preciso de muita dedicação e disciplina.

É nesse cenário que tem surgido cada vez mais cursos virtuais para atender às necessidades, principalmente daqueles que possuem uma rotina turbulenta e mesclam trabalho e estudo. Contudo, como se sabe, quantidade é bem diferente de qualidade. 

Em outras palavras, é preciso ter cuidado no momento de escolher um curso on-line. Afinal, você não quer correr o risco de comprar gato por lebre, não é mesmo? Para ajudá-lo nesta tarefa, reunimos abaixo alguns aspectos que devem ser levados em consideração antes de contratar o serviço. Confira:

1. Qualificação profissional

Antes de mais nada, procure saber melhor sobre os professores responsáveis pelo curso e quais são suas qualificações. Busque, por exemplo, o currículo acadêmico, conhecendo a formação, capacitação técnica e até mesmo a experiência com a elaboração de cursos especializados. Veja se o professor que pretende ensiná-lo a chegar lá logrou aprovação no cargo que se busca ou se, ao menos, tem reputação acadêmica de peso.

Mas não pare por ai: certifique-se de que o time de instrutores é reconhecido pelo mercado.

Infelizmente, não são poucas as opções que pretendem, com propagandas e propostas mirabolantes ou mesmo levadas a cabo por quem não preenche um dos requisitos acima, ludibria-lo e desperdiçar o seu tempo e dinheiro.

2. Material didático

De nada adianta ter profissionais diferenciados, mas pecar no conteúdo, concorda? Um estudo completo é composto por uma boa explicação dos professores, leitura detalhada das apostilas/livros e realização de atividades.

Com esse tripé, você conseguirá memorizar o conteúdo e ter um bom aproveitamento na prova. Por isso, verifique também a qualidade do material didático. Por isso, verifique também a qualidade e especificidade do material didático. De nada adianta um material genérico ou desatualizado que se oferece como “salvaguarda de todos os seus males”.

3. Experiência de ex-alunos

Ninguém melhor do que os próprios alunos para dar opinião sobre o curso. Lembre-se de que os estudantes para concursos, normalmente, já tiveram experiências com diversas instituições que oferecem cursos ou que produzem materiais didáticos para concursos públicos. É bastante provável que tenham um parecer detalhado e confiável sobre cada uma.

Portanto, não pense duas vezes para pedir ajuda de amigos e conhecidos. Antes de bater o martelo e comprar o serviço, muitas vezes influenciado por propagandas mirabolantes e/ou enganosas, leve em consideração as sugestões fornecidas por eles.

4. Interatividade

Imagine que bateu aquela dúvida e não ter a quem recorrer. Esse é um cenário nada satisfatório, certo? Por isso, é importante também pesquisar sobre a interatividade. Verifique se o curso em questão disponibiliza a opção de conversar com o professor — seja por e-mail ou um bate papo virtual. 

Assim, você não vai ficar com aquele questionamento pendente. É importante, nesse contexto, observar os recursos e funcionalidades da plataforma. Não se esqueça também de pesquisar se a plataforma é responsiva, ou seja, pode ser acessada de qualquer aparelho eletrônico (ex: app; mobile), tudo para sua maior comodidade. 

5. Taxa de aprovação

Outra forma de verificar a excelência do curso online é analisar a taxa de aprovação. Aqueles que possuem altos índices, possivelmente, têm uma estratégia mais efetiva. Como o intuito aqui é conseguir a tão almejada vaga, vale a pena observar com atenção essa questão. Fique atento, pois não basta a mera alegação de aprovação, mas sim a forma legítima de se comprovar tal resultado.

Para não ter erro, o aluno deve escolher um curso online que atenda às suas necessidades, com uma boa reputação no mercado. A plataforma precisa proporcionar uma experiência única ao usuário. Ele já tem muitas preocupações na cabeça e não precisa de mais uma, não é? O curso deve ser um facilitador para o estudo e não o contrário. 

Gostou do conteúdo e quer saber como otimizar o tempo e aumentar a sua produtividade? Basta assinar a nossa newsletter! 

Sobre o Autor

G7 Jurídico

Comentar

Share This