Dicas de Estudo

Como criar um cronograma de estudos? Dicas!

Escrito por G7 Jurídico

Saiba como elaborar um cronograma eficiente para ter um estudo organizado 

O cronograma de estudos é importante durante o preparo para o concurso público, pois ajuda a acelerar o processo de aprendizagem e permite a visualização do tempo, esforço e dedicação necessários para alcançar a carreira pública dos sonhos. 

Independente do material que irá elaborar o seu cronograma, seja caderno, agenda, celular ou computador, essa técnica é fundamental para manter todos os seus afazeres organizados. 

A eficácia do cronograma se torna ainda mais positiva quando a técnica é aliada a um bom roteiro de estudos e aos melhores métodos que te permitem ter um aproveitamento impecável dos conteúdos.

LEIA +

Maneiras alternativas de estudar para concurso: escolha a sua!

5 ferramentas para aumentar a produtividade nos estudos

5 táticas de estudo para concurseiros

Como fazer um bom resumo na hora do estudo?

Pensando nisso, preparamos este texto com algumas dicas infalíveis. Continue a leitura e descubra como criar um cronograma de estudos!

1- Conheça a sua rotina

Você precisa conhecer bem a sua rotina para criar um cronograma eficiente. Afinal, não adianta planejar os estudos a partir de um tempo que efetivamente não possui. Diante disso, é preciso que considere todas as suas atividades diárias, principalmente as tarefas fixas, desde trabalho até refeições e hora de dormir.

Assim, você passa a calcular o tempo disponível que possui para poder encaixar as disciplinas que serão estudadas, separando os melhores horários, aqueles em que estará 100% dedicado ao estudo.

2- Planeje-se para imprevistos

É fato que algumas situações podem sair do controle e por isso você precisa estar preparado. Deixe um tempo separado por dia para compensar aquele imprevisto e deixe um período para atualizar o cronograma, caso queira fazer mudanças na ordem das atividades.

3- Determine o tempo para cada disciplina

No cronograma, separe um tempo de estudo para cada disciplina, considerando a importância de cada matéria, ou seja, as que possuem maior peso no certame e as que têm mais dificuldade. Isso é fundamental!

O ideal é que você intercale os períodos separando, por exemplo, 60 minutos totais dedicados ao estudo e 10 para relaxar.

4- Tenha objetivos

Tenha objetivos bem definidos para dar aquela motivação e gás nos estudos. Você quer passar no concurso público? Qual cidade? Qual cargo? Quantas vagas? Quantos acertos são necessários?

Todos esses questionamentos te ajudam a traçar as metas e montar um cronograma no caminho certo. Uma dica bem interessante é escrever os seus objetivos no topo do seu cronograma, para sempre ser lembrado a manter o foco. 

5- Seja realista

Você precisa montar um cronograma de acordo com a sua realidade. Não adianta colocar metas absurdas e inalcançáveis se você ficará esgotado no meio do caminho podendo, até mesmo, desistir. 

É fundamental que você respeite os seus limites e elabore um cronograma que vá atender realmente às suas necessidades, sem exageros e estresse.

6- Não se esqueça dos momentos de descanso

O seu corpo também precisa de descanso. Por isso, é preciso separar um tempo no seu cronograma para o lazer. Estudar é essencial nessa etapa de preparo, mas você não pode deixar de relaxar em alguns momentos para não se sobrecarregar.

Faça exercícios físicos, saia com a família e os amigos, assista a um filme ou pratique um hobby. Atividades assim relaxam e dão um up nos estudos ao deixar a mente renovada. 

Exemplo de cronograma para organizar os seus estudos

modelo cronograma de estudos

Recapitulando…

Vamos retomar os principais pontos abordados neste texto? 

  1. Um cronograma bem elaborado ajuda a acelerar o processo de aprendizagem e permite a visualização do tempo ideal para o estudo;
  2. A técnica se torna ainda mais eficaz quando aliada a um roteiro e métodos de estudos;
  3. Você precisa conhecer bem a sua rotina para criar um bom cronograma;
  4. É preciso estar preparado para possíveis imprevistos;
  5. Distribua um tempo para cada disciplina, de acordo com o peso no certame e o grau de dificuldade;
  6. Tenha objetivos bem definidos e os deixe visíveis para sempre te motivar;
  7. Seja realista com as metas, respeitando os limites;
  8. Tenha momentos de descanso para relaxar e renovar a mente.

Gostou deste texto? Deixe a sua opinião nos comentários!

Leia também: Como começar a estudar para concurso público? Dicas!

 

Sobre o Autor

G7 Jurídico

Comentar

Share This